20 de jul de 2011

Compartilhando experiências...

Prezados(as) alunos(as) de Jornalismo, divido com vocês uma notícia que acabo de ler no Portal Laboratório TUBO DE ENSAIO, do Curso de Comunicação Social da UFMG. Espero que gostem!


Estágio sob medida

Aluna de Comunicação Social da UFMG encontra estágio que concilia sua profissão e seu amor péla música
Foto e texto: Tadeu Duarte


Estágio sob medida
Bárbara Monteiro de Castro
Conseguir um estágio que realmente proporcione conhecimento, um bom ambiente de trabalho e que se encaixe com o horário dos estudos parece ser um desejo comum entre os estudantes da UFMG. No caso de Bárbara de Castro Monteiro, 20 anos, aluna do terceiro período de Comunicação Social da UFMG, seu estágio parece ter sido feito sob medida para ela, pois além de ser pertinho da sua casa, lhe proporciona conhecimento muito além do ambiente acadêmico.

É que Bárbara é a primeira estagiária bolsista do Conservatório de Música UFMG desde novembro de 2010, e lá, além de aplicar seus conhecimentos na área de seus estudos, Publicidade e Relações Públicas, ela, que toca em uma banda de rock, amplia seu universo musical assistindo aos diversos shows que ocorrem no Conservatório.

Além de trabalhar na criação, divulgação e assessoria dos eventos, ela precisa registrar os shows em fotos ou filmagens. “Foi uma experiência diferente, não estava acostumada a ouvir ou ir a shows de música clássica, mas depois acabei gostando e de alguma maneira tento usar estas novas referências na minha banda, incrementando os arranjos.”
Bárbara canta e toca baixo na banda de rock Tia Marei há três anos, juntamente com mais três amigas. A ideia de montar uma banda, que surgiu meio de brincadeira com suas amigas, vai aos poucos se profissionalizando com shows e em breve, o primeiro CD.

Fã do Marcelo Camelo, U2 e Beatles, ela conta que nunca estudou música. Comprou um baixo aos 16 anos e ficava tentando acompanhar em altíssimo som as músicas que ouvia, para tormento de seus vizinhos de apartamento. “Tenho aprendido muito vendo os shows no Conservatório, sobretudo no rigor técnico das apresentações, e me impressionado com a dedicação e a entrega dos músicos. Com isso, fiquei mais exigente com a qualidade do som e do repertório do grupo. Minhas amigas de banda já me apelidaram de “João Gilberto”, conta às gargalhadas.

Sofia Copertino, 19 anos, é aluna de Comunicação Social da UFMG e também estagia no Conservatório. Coincidentemente ela também é vocalista de uma banda de rock que faz covers do Pink Floyd. Ela também conta da sua sorte de poder aprender música em um estágio de comunicação, embora assistir a tantos shows apague um pouco a áurea que envolve uma apresentação musical. “Depois disso, quando vou a qualquer show, mesmo de um músico que gosto muito, não vejo a mesma magia de antes, o artista para mim virou uma pessoa comum.”

Bárbara já estagiou por um ano na CRIA jr da UFMG e pensa em fazer um intercâmbio no próximo ano, talvez para Austrália. “Aprendi muito sobre publicidade e relações públicas na CRIA, até mesmo alguns programas de computador mais avançados que vão me ser muito úteis. Se por um lado lá o estágio não é remunerado, por outro, fiz grandes amigos.”
Quem conhecer a Barbara, habitué do terceiro andar da Fafich, e quiser conferir a banda Tia Marei tocando Sabotagem, dos Mutantes, é só clicar.

FONTE: http://www.fafich.ufmg.br/tubo/producao/agencia/universidade/estagio-sob-medida

Nenhum comentário:

Postar um comentário